23/02/2018

Previsões Final de Semana e Semana Tempestuosa

Agora com a aproximação do anunciado temporal para a península ibérica, torna-se mais fácil e mais previsível fazer previsões acertadas do que localmente se pode esperar.

Sem antecipar medidas, pois as previsões podem ter tendência para melhorar ou piorar a intensidade do que ai vem partilho os quadros para o final de semana, sexta sábado e domingo, depois os quadros para segunda e terça e finalmente no coração da tempestade os quadros preocupantes para quarta quinta e sexta fera da próxima semana.

Podem caracterizar a intensidade do vento, principalmente rajadas de mais de 70 km/h uma condição por si muito preocupante para estruturas suspensas, soltas ou degradadas.

Intensidade da chuva, onde caso se venham a registar estes valores vamos ter inundações rápidas em meio urbano que condicionarão estradas, caminhos e podem provocar pontualmente inundações em estruturas.

A ondulação, não me recordo de ver um mapa de ondulação tão elevado como este onde se esperam para esta bacia ondas quase nos 6 metros, uma situação preocupante para as barreiras da Ria Formosa que com estes tempos tendem a ser afetadas.

Deixo aqui os quadros para que cada um através das previsões possa efetivamente verificar por si.






Seguem-se atualizações

FIRESHELTER52

21/02/2018

LAGARTA DO PINHEIRO - Cuidados a Ter

O seu nome vulgar é Lagarta do Pinheiro ou Processionária por andarem em filinha umas atrás das outras (procissão) . Estas lagartas, por forma a cumprirem o seu ciclo de vida, durante os meses de Janeiro a Maio saem dos seus ninhos em direcção ao solo, altura em que as encontramos com muita facilidade no solo, fazendo com que todos os cuidados sejam poucos.



Efeito tóxico provocado pelo contacto com a lagarta do pinheiro produz inchaço, irritação e por vezes dificuldade respiratória. Se mexer numa lagarta com pêlos, ligue para a linha SNS 24 ou dirija-se a uma unidade de saúde.

Estas lagartas possuem oito receptáculos com cerca de 100.000 pêlos urticantes e ao moverem-se abrem esses receptáculos libertando milhares de pêlos, o que aumenta a possibilidade de intoxicação da pessoa ou animal que entrar em contacto com esta espécie. Os pêlos agem como agulhas, injetando as substâncias tóxicas na pele ou mucosas. As crianças, por brincadeira, e os cães são os principais afetados.

A processionária pode originar graves problemas de saúde pública, devido à sua ação urticante, que provoca alergias no homem e animais domésticos.

Por isso, caso detete ninhos em pinheiros da sua propriedade, estes deverão ser destruídos. Os ninhos devem ser queimados com os cuidados necessários, já que os fumos da combustão são igualmente tóxicos.

Sinais e Sintomas

Os sinais e sintomas resultantes do contacto com os pelos urticantes traduzem uma reação alérgica cuja gravidade depende da intensidade da exposição e da sensibilidade individual:

Reação urticariforme: irritação cutânea com prurido (comichão), ardor, eritema (pele vermelha) e edema (inchaço). As lesões cutâneas têm características maculopapulares e podem ser acompanhadas de vesículas.

Irritação ocular: em tudo semelhante a uma conjuntivite com os olhos avermelhados, prurido e edema.

A inalação dos pelos pode desencadear tosse e dispneia (dificuldade respiratória) de gravidade variável. Os sintomas geralmente são transitórios (menos de 24 horas).

Cuidado com a roupa


As peças de roupa que entrarem em contacto com esta espécie terão de ser lavadas a altas temperaturas (maior ou igual a 60ºC) porque a proteína dos pêlos urticantes responsável pelas alergias – a taumatopoína – só é desnaturada a partir destas temperaturas.

Ou seja, a temperatura de lavagem normalmente usada, os 30 - 40º C não serve: ao vestir a roupa assim lavada corre-se o risco de ter nova reação alérgica.

https://lifestyle.sapo.pt/saude/saude-e-medicina/artigos/lagarta-do-pinheiro-que-perigos

FIESHELTER52

Universidade do Algarve - Encontro Internacional de Medicina de Catástrofe

O planeamento, a preparação, a organização, a operacionalização dos planos de emergência, o treino, a formação e a disciplina dos profissionais na intervenção em cenários de catástrofe e na resposta a situações de exceção com múltiplas vítimas, são alguns dos temas que vão estar em destaque no Encontro Internacional de Medicina de Catástrofe que se realiza no próximo dia 23 de março no Grande Auditório da Universidade do Algarve, no campus de Gambelas, em Faro. 


Segundo informou a ARS Algarve, esta iniciativa do Ministério da Saúde, organizada pela Administração Regional de Saúde do Algarve, no âmbito da Comissão de Planificação da Resposta a Situações Críticas e de Exceção no Algarve, vai contar com um conjunto de especialistas nacionais e internacionais nesta área.

Destaque para a participação dos médicos David Ratcliffe que coordenou as operações após o ataque terrorista em Manchester em maio de 2017, de Benoit Vivien que irá abordar a sua experiência nos atentados de 2015 em Paris e Agusti Ruiz que irá falar sobre as operações de socorro aquando do ataque terrorista em agosto de 2017 em Barcelona.

No decorrer do encontro estarão ainda em debate situações de exceção ocorridas em Portugal em 2017, nomeadamente, os incêndios que assolaram a zona centro do país no verão e o acidente ocorrido no Funchal em agosto de 2017 com a queda de uma árvore de grande porte durante a romaria de Nossa Senhora do Monte, com a participação de Pedro Ramos e Vítor Almeida, médicos que coordenaram estas operações e que irã abordar as experiências vividas e as lições apreendidas nestes dois acontecimentos que marcaram recentemente o país.

O encontro contará ainda com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, assim como de dirigentes da Autoridade Nacional de Proteção Civil, do Instituto Nacional de Emergência Médica, da Administração Regional de Saúde do Algarve, do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, da Cruz Vermelha Portuguesa, da Polícia de Segurança Pública, da Guarda Nacional Republicana, das Forças Armadas, dos Bombeiros, das autarquias, da Universidade do Algarve e da comunidade em geral.

Para participar basta fazer a sua inscrição através do seguinte link: https://estudo.min-saude.pt/limesurvey/index.php/399255?lang=pt

FIRESHELTER52

20/02/2018

Bombeiros Municipais Respondem a Incêndio na Serra de Tavira

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam ao final da manhã de hoje a um incêndio em mato na zona do Zimbral na Serra de Tavira.



A pronta e rápida intervenção das equipas foi determinante para a extinção do incêndio e o desenvolvimento de uma ação de rescaldo demorado mas garantindo que não haverá reacendimentos.

Estiveram envolvidos nesta operação de combate ao incêndio 7 Bombeiros Municipais apoiados por um Veiculo Florestal de Combate a Incêndios e um Auto-tanque

As autoridades estiveram no local da ocorrência.

FIRESHELTER52

Previsão de acumulados de PRECIPITAÇÃO MUITO ELEVADOS

A tendência da maioria das atualizações dos modelos, continua a colocar Portugal Continental (de norte a sul), na rota das passagens de inúmeras perturbações frontais, nos próximos 15 dias, pelo menos.


Podemos ter acumulados de PRECIPITAÇÃO MUITO ELEVADOS, passando mesmo os 200 mm, em muitos locais, até dia 8.

Valores que indicam que, muito provavelmente, haja CHEIAS nas bacias hidrográficas mais sobrecarregadas.

A precipitação deverá começar no dia 24/25, no Algarve e Baixo Alentejo, sendo fraca e dispersa.
Para, a partir do dia 26, se "abrirem as portas" às perturbações frontais, e estas descarregarem bastante de NORTE A SUL.

Ainda não é certo, mas pelo meio, poderá haver dias com fluxos de ar mais frio, vindos da Rússia e Escandinávia, que poderão deixar muita neve a cotas bem baixas.

Todos os dias faremos novas atualizações ;)

SIGAM-NOS AQUI, para terem sempre toda a informação meteorológica.

Segue abaixo a imagem do acumulado de precipitação previsto pelo GFS das 06Z, até dia 8 de março.

Estamos, igualmente, em www.instagram.com/bestweatherpt

FIRESHELTER52

Bombeiros Municipais Respondem a Viatura a Arder na Via do Infante

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam durante a manhã de segunda feira a um incêndio numa viatura ligeira de passageiros nas A22 Via do Infante.



O incêndio ocorreu entre o nó de Tavira e de Monte Gordo e não fez vitimas.

Os Bombeiros Municipais responderam ao incidente com um Veiculo Urbano de Combate a Incêndios e um Auto-Tanque.

A autoridade tomou conta da ocorrência tendo as manobras de de intervenção sido apoiadas pelas empresa concessionária da Via do Infante

FIRESHELTER52

19/02/2018

GNR vai passar a combater incêndios em todo o país

O ministro da Administração interna, Eduardo Cabrita, anunciou que a Guarda Nacional Republicana (GNR) vai participar no combate aos incêndios em todo o país. 


A intervenção da GNR neste domínio, que, atualmente, só existe em 11 distritos, vai ser alargada a todo o território nacional.

Eduardo Cabrita esteve, esta segunda-feira, numa zona do interior do concelho de Portimão, a assistir a trabalhos de limpeza de mato, tarefa do dispositivo de Proteção Civil.

O ministro da Administração Interna adiantou ainda que irá começar já na próxima semana a formação dos militares da GNR que vão reforçar as equipas de combate aos incêndios, no verão.

"Entrarão em formação na próxima semana, em Portalegre, 600 novos elementos da Guarda Nacional Republicana, que vão permitir à GNR mobilizar 500 elementos para o Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro, que passarão a fazer ataque inicial [aos fogos] em todo o país (...) e a dispor também de companhias de ataque ampliado, e mais 100 elementos para a estrutura de proteção da natureza e do ambiente", disse Eduardo Cabrita.

tsf

FIRESHELTER52

Previsão de possível tempestade de chuvas abundantes

Seguimos de perto o interessante panorama que aparece a médio prazo para a Península Ibérica, com o desaparecimento total do anticiclone dos Açores no Atlântico e - o que parece ser - a possível chegada de uma tempestade de chuvas generosas a partir do sudoeste de enfrenta o trecho final deste mês de fevereiro e início de março.


Uma tendência claramente chuvosa que se reflecte muito bem no mapa de capa, em que vemos como praticamente todo o sul do continente europeu receberia chuvas generalizadas, mas especialmente na Península Ibérica durante o período final deste mês, com a provável entrada de várias frentes de Portugal e / ou do Golfo de Cádiz.

Vemos como, na encosta sul do Sistema Central (por exemplo, o norte de Cáceres), as quantidades seriam de cerca de 100-150 litros / m² e como se destacam as principais áreas montanhosas do sudoeste da península: norte de Huelva, Sevilha, áreas de montanha na província de Cádiz, Málaga e Granada, que nos leva a pensar sobre a situação conhecida clássica e ventos Abregos componente de oeste-sudoeste.

Ventos de grandes viagens marítimas através de um Oceano Atlântico bastante temperado, que proporciona uma maior humidade e enriquece as chuvas às frentes organizadas entre a península e o arquipélago dos Açores.

Vamos continuando a vigiar esta situação

FIRESHELTER52

18/02/2018

Proteja a sua casa dos incêndios - Limpe o Mato em Volta

O detentor do terreno tem, até 15 de março de 2018, para fazer uma faixa de proteção, medida a partir da parede exterior do edifício, de:



- 50 metros em terrenos ocupados por floresta, matos ou pastagens naturais;

- Não inferior a 10 metros, definida em Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios, em terrenos do espaço rural com outras ocupações.

Importa reter que:

- As copas das árvores têm que distar entre si, no mínimo, 4 metros;

- As árvores têm que ser desramadas até 4 metros acima do solo. Para árvores com altura inferior a 8 metros, desrama-se apenas a metade inferior;

- As árvores e arbustos têm que estar a mais de 5 metros dos edifícios. Evitar a projeção das copas sobre os telhados;

- Não acumular lenha ou substâncias inflamáveis na faixa de proteção de 50 metros.


FIIRESHELTER52

Escola Nacional de Bombeiros Abre Vagas para Formadores Externos

Estão abertos os procedimentos concursais para formadores externos nas áreas de Salvamento e Desencarceramento, Tripulante de Ambulância de Transporte e Condução Fora de Estrada, de acordo com os Avisos de Abertura de Procedimento Concursal abaixo indicados, as respetivas Fichas de Candidatura e Compromisso de Honra, bem como o Regulamento Interno de Recrutamento, Seleção e Afetação de Formadores Externos da ENB:

17/02/2018

Bombeiros do Algarve Respondem a Alerta Vermelho no Aeroporto

Os Bombeiros da região do Algarve com intervenção no Plano Prévio de Intervenção do Aeroporto Internacional de Faro foram mobilizados para um estado especial de Alerta Vermelho no Aeroporto de Faro durante a tarde de hoje - NÃO FOI EXERCÍCIO.


O Alerta Vermelho pressupõe a deslocação imediata de meios de intervenção, Ambulância e Veículos de Combate a Incêndio, comando e desencarceramento para o Aeroporto, com reposta de prontidão imediata após o Alerta que foi emitido pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro.

Por motivos relacionados com uma aeronave foi declarado o alerta e os meios dos Bombeiros do Algarve colocaram-se de imediato em marcha de urgência com destino ao aeroporto, tratou-se de uma situação real que será informada posteriormente.

Os Bombeiros Municipais de Tavira enviaram para o Aeroporto uma equipa de Combate a Incêndios com o respectivo veiculo, uma ambulância de socorro e um veiculo de comando.

Poucos minutos de pois da declaração de alerta a ANPC deu o final de Alerta por estarem assim garantidas a segurança das operações, regressando todos os meios aos quartéis.

(foto de exercício no aeroporto)

FIRESHELTER52


Bombeiros Municipais Respondem a Atropelamneto na EN125 Tavira

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam a um atropelamento na Estrada Nacional 125 na zona de Vale Caranguejo.


Do atropelamento que ocorreu por volta das 21 horas de ontem  resultou num ferido em estado grave que  foi assistido naquele local e transportado posteriormente ao Hospital de Faro.

Pessoas no local da ocorrência referem ter-se tratado de um homem por volta dos 65 anos em estado muito grave, assistido pelos Bombeiros de Tavira,  INEM, Bombeiros de Vila Real e Cruz Vermelha de Tavira.

A presença de diversos meios de socorro e manobras de estabilização da vitima na estrada e berma  congestionou o trânsito na passagem daquele local, mas devidamente ordenado e comandado pela autoridade policial.

FIRESHELTER52


16/02/2018

Bombeiros Municipais Respondem a Incêndio Urbano na Luz Tavira

Os Bombeiros Municipais de Tavira responderam durante a tarde de hoje a um incêndio urbano no Sitio da Palmeira Luz de Tavira.



Um incêndio que eclodiu numa cozinha rapidamente se propagou a partes do mobiliario daquele espaço tendo sido prontamente combatido por residentes.

Felizmente não houve feridos nem desalojados a registar.

Os Bombeiros Municipais desenvolveram manobras de ventilação táctica na habitação com o intuito de remover fumos gases e calor do seu interior.

Estiveram envolvidos nesta operação uma equipa de combate a incêndios dos Bombeiros de Tavira apoiados por um Veiculo Urbano de Combate a Incêndios.

A autoridade territorial esteve no local da ocorrência.

FIRESHELTER52

Tavira - Homem detido por Agredir Policia


in correio da manhã

FIRESHELTER52

Polícia Marítima Tavira apreende bivalves a embarcações com tripulação espanhola

A Polícia Marítima de Tavira (PM) apreendeu ontem, dia 15 de fevereiro, mais de 160 Kg de pé de burrinho, ao largo da praia da Ilha de Tavira, cuja apreensão decorreu no âmbito de uma ação de policiamento dirigida às embarcações de pesca nacionais e estrangeiras com artes de ganchorra rebocada.


Durante a ação foram apreendidas duas embarcações de pesca nacional com tripulantes de nacionalidade espanhola, por várias infrações, nomeadamente, falta de licenciamento entre outras.

As embarcações foram acompanhadas até ao porto de Tavira, onde após aplicadas as devidas medidas cautelares e de polícia, foram autorizadas a regressar ao porto de origem.

Recorda a PM que estas infrações correspondem a uma coima que pode variar entre os 600 e os 37.000 euros.

Os bivalves, por se encontrarem vivos, foram devolvidos ao seu habitat natural.

Nesta operação de policiamento estiveram empenhados seis agentes e uma embarcação do Comando-local da Polícia Marítima de Tavira

regiao-sul.pt

FIRESHELTER52

Barco virou e pescador caiu ao mar em Quarteira

Um pescador com cerca de 60 anos caiu esta sexta-feira ao mar, em Quarteira, no Algarve, depois do barco em que seguia se ter virado. 


O incidente aconteceu pouco depois das 07:00, na praia da Rosa Branca.

A embarcação de três metros virou-se devido à ondulação no momento em que o único tripulante puxava as redes. O homem caiu ao mar mas foi rapidamente retirado por outro pescador que estava em terra.

O INEM foi acionado, mas o pescador recusou assistência e abandonou o local.

A embarcação foi removida com uma retroescavadora, numa ação coordenada pela Polícia Marítima.

FIRESHELTER52

Alunos de Tavira visitam Media Lab

Os alunos da Escola Secundária Dr. Jorge Augusto Correia de Tavira vieram passar a tarde desta quinta-feira ao Media Lab do Diário de Notícias.


Os alunos tiveram a oportunidade de assistir a um vídeo sobre os 153 anos de história do DN , tendo depois recebido uma breve formação em jornalismo.

De seguida, foram divididos em grupos, uns fizeram a primeira página de um jornal, outros um jornal de 4 páginas, tendo assim a oportunidade de escrever notícias sobre diferentes matérias. Houve, ainda, alunos que fizeram um noticiário radiofónico.

Por fim, visitaram a redação do DN, podendo ver de perto o trabalho dos jornalistas.

O projeto educativo Media Lab tem como principal objetivo promover a literacia mediática e formar cidadãos ativos. Visite o projeto em www.medialab.dn.pt.

FIRESHELTER52

15/02/2018

Ciclone Destruiu Tavira há 77 anos

Se a nefasta II Guerra Mundial ocupava até então, e consecutivamente, as primeiras páginas dos diários nacionais, um raro fenómeno meteorológico remeteu as notícias dos combates para as páginas centrais.


Um terrível ciclone extra-tropical atingiu e devastou Portugal, a 15 de Fevereiro de 1941.

Naquele dia, teve lugar a maior tempestade até então registada pelo Observatório Meteorológico de Lisboa, criado em 1854
Em todo um cenário dantesco, o Algarve não foi exceção. A imprensa da época, como «O Século» e o «Diário de Notícias», divulgou amplamente os efeitos na região.

O vento terá soprado a uma velocidade de 140 km/h no Algarve e, nas palavras do correspondente do «Diário de Notícias», «tudo foi varrido, esfacelado, aniquilado».

Na velhíssima cidade de Tavira, «contam-se às dezenas os prédios que sofreram prejuízos.

Na fábrica de moagem de J. A. Pacheco, o vento levou grande parte da cobertura, o mesmo sucedendo no armazém contíguo à moagem da firma Araújo Ribeiro & Dias.
Na fábrica de conservas Balsense e na casa do salva vidas também abateram os telhados».

Também em Tavira, «o Bairro Jara habitado por gente pobre foi atingido gravemente, havendo moradias que ficaram destelhadas e em ruínas.

Na bacia das Quatro Águas uma barca da Companhia de Pescarias Algarve, denominada Moagem, foi ao fundo, carregada de sal.

Os batelões da mesma companhia que estavam junto do rio, que corre paralelo à costa foram atingidos pelas vagas, afundando-se.

Na ilha de Tavira a água do mar juntou-se à do rio, pondo em sério risco o arraial da armação daquela empresa.

A maioria das cabanas existentes na ilha foi levada pela corrente.

No campo, milhares de árvores foram destruídas [No sítio das Cabanas, um olival, de que é proprietário o Sr. José Chagas, de cerca de trezentas árvores, só oito ficaram de pé].

Não há comunicações. A camioneta que faz a carreira diária entre a cidade e a vila de Alportel foi atingida por uma árvore».

«No sítio da Fortaleza, junto da armação do atum, o mar abriu nova barra de grande extensão» Na freguesia da Luz, «até a erva foi queimada pelo vento».

Bibliografia: Jornais «O Século» e «Diário de Notícias» de fevereiro de 1941 e Conta de Gerência do Município de Portimão de 1942 (gentilmente cedida pelo Centro de Documentação do Museu de Portimão)

FIRESHELTER52

14/02/2018

Aplicação Móvel - Manual de Sobrevivência

Manual de Sobrevivência foi desenvolvido com a intenção de passar dicas, informar e auxiliar os usuários a saber como agir em diversas situações de sobrevivência.


Através do aplicativo, você terá dicas de como avaliar o ambiente ao seu redor, o que levar em seu kit de sobrevivência, como se planejar para uma aventura, dicas sobre hidratação, como procurar água, informações sobre plantas perigosas, dicas para manter sua mente em equilíbrio, aprenda a fazer fogo, fazer seu abrigo, fazer análise meteorológica, como se alimentar, caçar, manter higiene e muito mais.


FIRESHELTER52

ESTA NOITE NÃO MARQUE UM ENCONTRO COM OS BOMBEIROS

No último ano os Bombeiros acorreram a muitos incêndios urbanos, em alguns deles, a causa foi velas decorativas.


Neste Dia dos Namorados temos alguns conselhos para si:

🔥 Não deixe as velas acesas sem vigilância;

🔥 Mantenha as velas afastadas de objetos inflamáveis, crianças e animais;

🔥 Utilize castiçais com bases estáveis;

Visite e siga a página dos Bombeiros de Pinhal Novo no faceook

#BombeirosPinhalNovo

FIRESHELTER52